A rainha dos desenhos animados: Betty Boop

terça-feira, outubro 28, 2014


Jeitinho ingênuo e delicado, mas ao mesmo tempo independente e provocador, Betty Boop sobreviveu ao tempo e tem a sua estrela brilhando até hoje, assim como a de muitas personagens famosas do passado.

Quem não conhece a Betty Boop? Considerada a rainha do desenho animado, essa personagem foi criada nos anos 30, na série Talkartoon, produzida por Max e Dave Fleischer e distribuída pelo estúdio da Paramount Pictures.


Boop foi inspirada em grandes divas da época, seus criadores a idealizaram como uma mulher independente e tentadora, uma atraente imigrante judia que com jeito meigo aparece sempre com suas pernas de fora exibindo uma cinta-liga, decotes atraentes, lábios formando um biquinho convidativo, chamando atenção de todos.

Betty iniciou sua jornada profissional no episódio Dizzy Dishes, parte da série Talkartoon, imitando as estrelas desta época, ao embalo de uma trilha sonora recheada de preciosidades do jazz. Nessa serie ela atuava como personagem secundário ao lado do protagonista o cachorro Bimbo. Seu estrelato mesmo chegou com Boop-Oop-a-Doop-Girl, de Helen Kane, Betty virou celebridade, estreou em mais de 100 filmes de animação e entrou definitivamente para a história.


O sucesso de repente começou a incomodar, a censura nos Estados Unidos proibiu as aparições de Betty nas telonas no ano de 1934, já que ela parecia muito sexy para os padrões da época. Apenas 50 anos depois, em 1984, que a mocinha teve sua última passagem pelo cinema. Foi uma pequena, mas inesquecível participação em Uma Cilada para Roger Rabbit, atuando com o mesmo visual que a celebrizou.


Durante duas décadas Betty permaneceu à sombra do sucesso, mas hoje ela tornou-se novamente muito popular, associada ao universo da cultura pop sua imagem é vendida atualmente em produtos como bolsas, carteiras, bonecas, camisetas, cartazes, relógios, entre muitos outros acessórios.



Acompanhe o blog também em: Instagram | Twitter | Facebook | Pinterest

VOCÊ VAI GOSTAR TAMBÉM:

3 comentários

  1. Ah, ela é uma graça!!
    Parabéns a ela, ela se tornou imortal.

    Bjokas,
    http://blogdmulheres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei conhecer a história dessa diva, ótima matéria Ari!
    Adoro a Betty <3
    Beijos, Tamy.

    ResponderExcluir
  3. Muito amor por essa figurinha. Aguardando ansiosa pelo filme dela <3

    Beijos, Pri
    vintagepri.blogspot.com

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem-vindos e eu vou gostar de saber o que você acha do blog ♥. Mas lembre-se: sem palavrões ou xingamentos. Ah! E deixe o endereço do seu site/blog pra eu poder visitar.

Ari

Portfólio

Fac

Todos os textos publicados são produzidos por Ariadne Rodrigues, exceto quando sinalizado. Por ser um blog de inspiração o material divulgado (fotos, vídeos, etc.) leva sempre o nome do autor e o link para o mesmo. Se ainda assim algum material não foi devidamente creditado ou não é permitido seu uso, você artista, pessoa pública, site ou empresa entre em contato via e-mail (devoltaaoretro@gmail.com) que o material será prontamente creditado e/ou removido. Não utilize as imagens e os textos feitos pelo De volta ao retrô, sem a minha autorização.

Faço parte