My Week With Marilyn

terça-feira, junho 03, 2014


Até hoje, a atriz Marilyn Monroe permeia o imaginário de gerações que vivenciaram, ou não, seus anos dourados no cinema e na vida real. Referência de beleza e sensualidade, acompanhada de uma personalidade doce, e ao mesmo tempo extremamente insegura, Marilyn Monroe continua sendo lembrada em todas as formas de expressão visual, audiovisual, exposições, produtos, moda, entre outros. A mais recente recordação da diva está na película My Week With Marilyn (Sete dias com Marilyn) lançado em 2011, dirigido por Simon Curtis e escrito por Adrian Hodges.


Baseado no livro homônimo de Colin Clak, ele contou suas experiências durante os seis meses de filmagem num livro de memórias intitulado "The Prince, the Showgirl and Me". Porém, ficou faltando uma semana no relato de Clark, e essa semana é revelada no filme "Sete Dias com Marilyn", baseado no livro de memórias póstumas com o mesmo nome.

Era verão de 1956, o jovem Colin Clark com 23 anos, sai de sua cidade Oxford em busca de sucesso na indústria do cinema, ele trabalhou como assistente no set de filmagem de “O Príncipe Encantado” em que reunia duas grandes estrelas Sir Laurece Olivier que era diretor e ator, e Marilyn Monroe, que estava nesta época em lua-de-mel com seu novo marido, o dramaturgo Arthur Miller.


Quando Arthur Miller deixa a Inglaterra, a aproximação de Colin e Marilyn começa durante as filmagens, e vai se intensificando a cada dia.  Marilyn começa a buscar no assistente uma companhia agradável. Para ela, o rapaz é um amigo que oferece horas descontraídas e livres de compromissos e pressões de seus empresários, fãs, estúdio, mídia, agentes e do recém-marido, o dramaturgo Arthur Miller.


Clark narra a verdadeira história de uma semana mágica que passou sozinho com a maior estrela do mundo, apesar de suas crises de insegurança e instabilidade emocional, Colin passou a partilhar os segredos de Marilyn e até a cama dela. A visão relatada por Clark oferece um vislumbre totalmente raro da verdadeira mulher por baixo da imagem de diva cuidadosamente cultivada por Monroe. Mais que um romance entre os dois, a relação deles pode ser traduzida como uma forte amizade.


Subestimada por muitos e amada por todos, sua loucura diariamente dopada, só não era maior que seu carisma e sensualidade. Para quem é fã da Diva, vale a pena assistir esse filme e entender um pouco da pessoa que há por trás da personagem construída: Marilyn Monroe.


Acompanhe o blog também em: Instagram | Twitter | Facebook | Pinterest

VOCÊ VAI GOSTAR TAMBÉM:

0 comentários

Comentários são sempre bem-vindos e eu vou gostar de saber o que você acha do blog ♥. Mas lembre-se: sem palavrões ou xingamentos. Ah! E deixe o endereço do seu site/blog pra eu poder visitar.

Ari

Portfólio

Fac

Todos os textos publicados são produzidos por Ariadne Rodrigues, exceto quando sinalizado. Por ser um blog de inspiração o material divulgado (fotos, vídeos, etc.) leva sempre o nome do autor e o link para o mesmo. Se ainda assim algum material não foi devidamente creditado ou não é permitido seu uso, você artista, pessoa pública, site ou empresa entre em contato via e-mail (devoltaaoretro@gmail.com) que o material será prontamente creditado e/ou removido. Não utilize as imagens e os textos feitos pelo De volta ao retrô, sem a minha autorização.

Faço parte