Projeto vintage home office

quarta-feira, abril 15, 2015


O designer de interiores Denis Krasikov fez um projeto muito interessante de um home office inspirado no passado. Tudo desde o piso até o teto tem estilo vintage. Ele conseguiu fazer uma combinação harmônica entre os móveis clássicos (sofás, cadeiras e estilo dos armários) com elementos modernos do urban retro que vão desde as paredes de tijolos expostas e as lâmpadas e luminárias em estilo industrial. O que me chamou atenção nesse amplo espaço foi a divisão que ele fez entre a área de trabalho e um pequeno espaço para relaxar e o toque rústico da madeira conjugada com a parede de tijolinhos.


Acompanhe o blog também em: Instagram | Twitter | Facebook | Pinterest

VOCÊ VAI GOSTAR TAMBÉM:

2 comentários

  1. Amei demais! Além de muito elegante, o home office fica prático e de dar inveja! Particularmente sou uma pessoa que ama cores, então não sei se gostaria ficar nesse ambiente todos os dias por algumas horas, mas é lindo demais.
    Adorei seu blog, Ariadne.

    Beijos,
    Bi.

    - www.naogostodeunicornios.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei a proposta desse designer. Mas eu, particularmente, não ia curtir trabalhar em um ambiente assim escuro, mas o conceito ficou super bacana.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem-vindos e eu vou gostar de saber o que você acha do blog ♥. Mas lembre-se: sem palavrões ou xingamentos. Ah! E deixe o endereço do seu site/blog pra eu poder visitar.

Ari

Portfólio

Fac

Todos os textos publicados são produzidos por Ariadne Rodrigues, exceto quando sinalizado. Por ser um blog de inspiração o material divulgado (fotos, vídeos, etc.) leva sempre o nome do autor e o link para o mesmo. Se ainda assim algum material não foi devidamente creditado ou não é permitido seu uso, você artista, pessoa pública, site ou empresa entre em contato via e-mail (devoltaaoretro@gmail.com) que o material será prontamente creditado e/ou removido. Não utilize as imagens e os textos feitos pelo De volta ao retrô, sem a minha autorização.

Faço parte