"Since..." A evolução dos meios de comunicação

quinta-feira, julho 10, 2014


Para chegarmos até os meios de comunicação mais modernos que temos hoje, ela teve que passar por uma longa historia de evolução, foi um caminho longo e trilhado por séculos em que cada um há seu tempo teve soluções para uma mesma intenção: a de comunicar.

Criada por Cyril Calgaro & Arnaud Laffond, a animação “Since...” mostra exatamente isso, de uma forma bem simples e criativa a evolução dos meios de comunicação, desde os sinais de fumaça até os modernos equipamentos de hoje. Vale a pena assistir ;)



Acompanhe o blog também em: Instagram | Twitter | Facebook | Pinterest

VOCÊ VAI GOSTAR TAMBÉM:

4 comentários

  1. Muito legal o video, mostra exatamente como a tecnologia vem se transformando a cada dia para ficar cada vez mais pratico para nós usuários. Adorei seu blog.
    Beijos ♥

    http://doces-leitoras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Conseguiram explicar em um minuto e meio a evolução dos meios de comunicação. O vídeo é muito bem feito, amei!

    Beijos,
    Camila
    chuvadeejaneiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Que bacana, cara!
    http://toobege.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Quanta perfeição, muito criativo ...

    www.saidaminhalente.com

    ResponderExcluir

Comentários são sempre bem-vindos e eu vou gostar de saber o que você acha do blog ♥. Mas lembre-se: sem palavrões ou xingamentos. Ah! E deixe o endereço do seu site/blog pra eu poder visitar.

Ari

Portfólio

Fac

Todos os textos publicados são produzidos por Ariadne Rodrigues, exceto quando sinalizado. Por ser um blog de inspiração o material divulgado (fotos, vídeos, etc.) leva sempre o nome do autor e o link para o mesmo. Se ainda assim algum material não foi devidamente creditado ou não é permitido seu uso, você artista, pessoa pública, site ou empresa entre em contato via e-mail (devoltaaoretro@gmail.com) que o material será prontamente creditado e/ou removido. Não utilize as imagens e os textos feitos pelo De volta ao retrô, sem a minha autorização.

Faço parte