Pinturas famosas recriadas com Lego

domingo, junho 01, 2014


Até onde vai a criatividade de um artista? Eu me faço essa pergunta sempre que me deparo com trabalhos que consegue me fazer outro tipo de pergunta, será que essa pessoa é capaz de se superar em outro trabalho? Mas deixemos as perguntas de lado e vamos conhecer o trabalho fantástico do italiano que é fotógrafo e artista, Marco Pece.

Marco é um apaixonado pela arte em todas as suas formas, não é a toa que seu trabalho é tão singular. Pense em Edward Munch, Andy Warhol, Grant Wood, Johannes Vermeer, Edward Hopper, entre outros, são grandes pintores de obras famosas, que fizeram história ao longo dos séculos. Ligado ao seu gosto pessoal Marco escolhe obras do passado e algumas contemporâneas, e reconstrói telas famosas, usando e adaptando peças de Lego, o que leva a uma nostalgia transmitida pelo brinquedo como forma de expressão.

Eu sou um amante da arte em suas múltiplas expressões, desde as formas mais antigas para as mais modernas. - Marco Pece

O brinquedo que atravessou gerações faz agora parte de construções que foram fotografadas e apresentadas em várias exposições na Itália. Confiram as obras, são muito bem feitas e detalhistas.


Acompanhe o blog também em: Instagram | Twitter | Facebook | Pinterest

VOCÊ VAI GOSTAR TAMBÉM:

0 comentários

Comentários são sempre bem-vindos e eu vou gostar de saber o que você acha do blog ♥. Mas lembre-se: sem palavrões ou xingamentos. Ah! E deixe o endereço do seu site/blog pra eu poder visitar.

Ari

Portfólio

Fac

Todos os textos publicados são produzidos por Ariadne Rodrigues, exceto quando sinalizado. Por ser um blog de inspiração o material divulgado (fotos, vídeos, etc.) leva sempre o nome do autor e o link para o mesmo. Se ainda assim algum material não foi devidamente creditado ou não é permitido seu uso, você artista, pessoa pública, site ou empresa entre em contato via e-mail (devoltaaoretro@gmail.com) que o material será prontamente creditado e/ou removido. Não utilize as imagens e os textos feitos pelo De volta ao retrô, sem a minha autorização.

Faço parte