Sete melhores aplicativos para os apaixonados por retrô

domingo, maio 25, 2014


Amamos o retrô e somos movidos a tecnologia. O que poderia ser uma incoerência vem se tornando um par cada vez mais afinado graças à adaptação e reinterpretação de clássicos da nossa memória para o mundo dos tablets e smartphones.

Os apps já são parte da nossa realidade para os mais diversos fins. Eles facilitam nossas vidas ou simplesmente nos divertem, e agora também estão revivendo alguns ícones de outrora, seja para fazer a alegria dos mais saudosistas ou para apresentar um pouco do que um dia já foi um marco cultural ou tecnológico para aqueles que já cresceram na era digital.

Exemplo disso é o Etch a Sketch, uma famosa lousa mágica inventada nos anos 50 que permitia fazer desenhos de forma mecânica, girando botões que desenhavam linhas em seu quadro. Agora você pode reproduzir o Etch a Sketch e desenhar diretamente na tela do seu IPad.


O Dubreq iStylophone é um app que transforma seu iPhone no clássico sintetizador dos anos 70 que marcou presença em hits de David Bowie, Brett Domino e Kraftwerk. O visual icônico deste sintetizador de bolso que foi vendido aos milhões foi fielmente mantido.


Disponível para Android, o Retro Tape Deck é um player que faz sua playlist rolar na tela do seu celular como se fosse uma daquelas fitas K7 gravadas direto do rádio. O visual é incrível e você pode adiantar e voltar “a fita” em velocidades diferentes como era feito no finado walkman.


Por mais que hoje seja difícil de acreditar, até os anos 90 as fotografias tinham um único objetivo: serem reveladas e guardadas como recordação. Assim, as cabines fotográficas eram procuradas pelas pessoas que se espremiam dentro dela para registram um momento especial, e é exatamente essa a proposta do IncrediBooth. O aplicativo para iPhone e iPad vai fazer com que os amigos se juntem para as fotografias, mas que “esperem lá fora” até que uma tira de quatro fotos fique pronta.


O Snake era uma cobrinha de pixels que se arrastava pela tela dos antigos videogames e viciou milhões no mundo. O objetivo era direcionar a cobrinha em direção a comida, mas ela ia crescendo, ficando mais rápida e não podia bater em nenhum lugar, inclusive em seu próprio corpo. Foi um dos primeiros jogos dos celulares antigos e está disponível para o BlackBerry.


Já imaginou transformar sua playlist em uma jukebox? Foi o que fez Andy Martinez quando desenvolveu o JukeBox HD para o iPad. A tela exibe o CD do artista rodando em meio ao caleidoscópio de cores e luzes, como faziam as antigas jukeboxes que tocavam vinil nos bailes dos anos 50.


Para quem não teve a oportunidade de operar uma máquina fotográfica antiga, o Retro Camera tenta recriar essa experiência. O app disponível para Android aplica os efeitos fotográficos e reproduz a interface de cinco modelos de câmeras nostálgicas: Lomo, Olga, Polaroid e Diana.


E você, que aplicativos curte?

Escrito por Rafaela Pietra

Acompanhe o blog também em: Instagram | Twitter | Facebook | Pinterest

VOCÊ VAI GOSTAR TAMBÉM:

0 comentários

Comentários são sempre bem-vindos e eu vou gostar de saber o que você acha do blog ♥. Mas lembre-se: sem palavrões ou xingamentos. Ah! E deixe o endereço do seu site/blog pra eu poder visitar.

Ari

Portfólio

Fac

Todos os textos publicados são produzidos por Ariadne Rodrigues, exceto quando sinalizado. Por ser um blog de inspiração o material divulgado (fotos, vídeos, etc.) leva sempre o nome do autor e o link para o mesmo. Se ainda assim algum material não foi devidamente creditado ou não é permitido seu uso, você artista, pessoa pública, site ou empresa entre em contato via e-mail (devoltaaoretro@gmail.com) que o material será prontamente creditado e/ou removido. Não utilize as imagens e os textos feitos pelo De volta ao retrô, sem a minha autorização.

Faço parte