Old School vs New Skool

segunda-feira, junho 10, 2013


Com novos recursos a posição de um recrutador mudou drasticamente ao longo dos anos. Quais são as diferenças entre um recrutador de agora e um recrutador de algumas décadas atrás? A MostWanted vai explicar isso neste infográfico.

- Recrutadores da velha escola tiveram mais ferramentas - um telefone (com um cabo!), Uma agenda, canetas e marcadores, um fichário, mensagens no jornal, um aparelho de fax - tudo em uma mesa gigantesca necessária para a lista de papel longo de candidatos!

- Recrutadores da velha escola costumavam ser capaz de realmente falar com uma pessoa de cada vez 10 que chamaram ao telefone.

- Currículos foram enviados por fax para os recrutadores da velha escola - sem aplicativos doLinkedIn!

- Recrutadores da nova escola têm menos ferramentas - simplesmente um telefone, laptop e (talvez) um encaixe de relógio iPod inteligente (para comemorar).

- O laptop possui novas ferramentas - como e-mail, calendário digital e redes sociais.

- O recrutador da nova escola também pode criar tendências do Google e gamificaiton em seu laptop - algo que o recrutador pré-histórico não teria sido capaz de fazer!


Acompanhe o blog também em: Instagram | Twitter | Facebook | Pinterest



VOCÊ VAI GOSTAR TAMBÉM:

0 comentários

Comentários são sempre bem-vindos e eu vou gostar de saber o que você acha do blog ♥. Mas lembre-se: sem palavrões ou xingamentos. Ah! E deixe o endereço do seu site/blog pra eu poder visitar.

Ari

Portfólio

Fac

Todos os textos publicados são produzidos por Ariadne Rodrigues, exceto quando sinalizado. Por ser um blog de inspiração o material divulgado (fotos, vídeos, etc.) leva sempre o nome do autor e o link para o mesmo. Se ainda assim algum material não foi devidamente creditado ou não é permitido seu uso, você artista, pessoa pública, site ou empresa entre em contato via e-mail (devoltaaoretro@gmail.com) que o material será prontamente creditado e/ou removido. Não utilize as imagens e os textos feitos pelo De volta ao retrô, sem a minha autorização.

Faço parte